Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Maria

Lilypie Fifth Birthday tickers

Maria banho.jpg

João

Lilypie Second Birthday tickers

C:\Documents and Settings\isabel.faria\My Document

Visitas

contador gratis

calendário

Fevereiro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Pesquisar

 


Domingo de sol na Gulbenkian

Domingo, 27.02.11

Como qualquer bom tuga, mal aparecem os primeiros raios quentes de Sol após o frio intenso do Inverno, neste domingo a nossa pequena família aproveitou para ir passear ao sol. E como família residente em apartamento que somos, procurámos logo um jardim. Neste caso, um pertinho de casa, o da Gulbenkian - que é um espaço bem agradável e onde eu passava belas tardes quando era estudante (a fingir que estudava deitada na relva).

Passámos cerca de 2 horas entre brincadeiras na relva, descobertas de flores e plantas, e passeios de carrinho, e a Maria estava deliciada. Adorou mexer em tudo. Mas mais do que contente, estava super curiosa e surpreendida. Claro que para além de cuscar as ervinhas e bichinhos, cuscou as outras famílias que para ali andavam com enorme descaramento (adora olhar fixamente para as pessoas). Mas via-se que estava muito bem ali. Aliás, estavam "milhares" de outras famílias com "centenas" de outros bebés a fazer o mesmo. Porque, de facto, estava uma tarde muito saborosa e a Primavera parece que quer espreitar. Mas como ainda não chegou de facto, e o vento começava a levantar-se, acabámos por vir passar o resto da tarde a casa dos avós, onde também há sempre muita diversão para a Maria (e descanso extra para os pais da mesma).

Conclusões da tarde: a Maria é menina da cidade (i.e. olhava com ar de pasmo para a Natureza) e temos definitivamente de fazer estes programas mais vezes!

Fotos da óptima tarde:

  1. Maria em casa a fazer asneira (i.e. "Vamos sair!")
  2. Maria sentadinha na relva a ambientar-se ao parque
  3. Maria com o pai a ver os patinhos no lago
  4. Maria ao colo da mãe a cuscar a família do lado
  5. Maria e as flores
  6. Maria e a posição vertical
  7. Maria a querer mexer nas plantas (já conquistada pelo verde!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jantar demasiado animado!

Domingo, 27.02.11

Ontem, sábado à noite, fomos jantar a casa do tio Carlos Basto, o que é sempre sinónimo de festa rija. Desta vez, e porque a família babysitter estava toda com programa (pois, era sábado à noite...), levámos a Maria para uma night out! Obviamente munidos de lençóis e mantas para que ela pudesse dormir a seguir ao jantar. Ora qual quê! Jantou lindamente, mas depois ninguém a conseguia obrigar a fechar a pestana. Estava toda contente com as atenções em roda dela, ria-se imenso e gatinhava pela sala. E até assistiu ao jantar dos adultos (já passava das dez), ao colo do tio CB.

Mas tanta excitação deu mau resultado, ficou eléctrica e acabou por boicotar a noite dos pais... pois não parava quieta na caminha improvisada. Viemos embora perto da meia-noite, com ela finalmente adormecida (mas ainda a mexer o pezinho ao som da música que vinha da sala). Enfim, não pudemos assistir às guitarradas do tio Tony, mas pelo menos mal chegámos a casa a Maria embalou numa noite santa . Quanto a fotos, o tio CB tirou umas quantas giras que lhe hei-de pedir e colocar aqui. Quanto a festas, mais virão!

 

Adenda: Madrinha indignada diz que o programa dela foi ter estado "a fazer banco" no Hospital. Anotado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E mais uma otite para a menina do blog

Domingo, 27.02.11

Pois é, parece que para comemorar os 10 meses de vida, a Maria recebeu um presente mal-vindo: uma otite no ouvido direito. Já há uns dias que ela vinha tocando no ouvido, mas não se queixava quando lhe mexíamos pelo que deixámos andar. Na noite de 24 para 25, noite em que eu e o Bruno tínhamos saído para jantar fora a dois, chegámos a casa e deparámos com a Maria ao colo da madrinha (a nossa babysitter preferida). Tinha acordado a chorar. A madrinha foi embora, mas o choro não. E depois de algumas dúvidas (porque inicialmente também tinha alguma prisão de ventre) e de um banho quente (para a acalmar), tivemos a confirmação do que lhe doía: quando o Bruno lhe secou o ouvido, a Maria redobrou os berros !

Vestimo-nos (extasiados, pois eram 2 da manhã) e levámo-la às urgências, que, vá lá, estavam vazias. Foi atendida por um pediatra super simpático que nos disse termos acertado no diagnóstico: otite. Receitado o antibiótico (Clamoxyl) e já com um ben-u-ron tomado, a Maria acalmou e adormeceu bem. E, para assegurar um melhor descanso e recuperação, o Bruno acabou por ficar em casa da avó com ela, que desde então voltou à boa disposição do costume.

A coisa até se resolveu bem e relativamente rápido, mas acho que nunca a tinha ouvido chorar de forma tão aflitiva e, bolas, como doeu!

 

PS: O jantar (que entretanto parecia ter sido há várias noites atrás) assinalava a venda (acordo ainda) da nossa actual casinha. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

10 meses de Maria

Domingo, 27.02.11

Yey, chegámos aos double digits! Em meses, claro. E a Maria continua a crescer a olhos vistos. Quer fisicamente, quer a nível de desenvolvimento intelectual. Está cada vez mais curiosa e atenta e quer descobrir o mundo à sua volta. Nós deixamos, mas com muuuuuito cuidado! Porque com a recém-adquirida mobilidade chega bastante mais facilmente à asneira. Mas continua fantástica e é, sem dúvida, o nosso maior orgulho. Aos 10 meses, a Maria:

  • Gatinha por todo o lado, arrasta o rabo no chão, rasteja, enfim, desloca-se de todas as maneiras, excepto a andar (ainda). Fica de pé agarrada ao sofá ou a alguém, e até já ensaiou uns passitos no estilo vertical, mas não me parece que comece já a andar...
  • Está muito, muito curiosa. Quer ver tudo, e sobretudo mexer em tudo. Aponta constantemente para as coisas que deseja, as quais são normalmente objectos perigosos ou cortantes ou demasiado grandes ou demasiado pequenos ou demasiado caros. Actualmente, para além da panca com a matrioska dos avós, é fascinada por gadgets (computadores, telemóveis e comandos) e adora tirar livros da estante (até onde chega).
  • É simpática e conversadora, mas ainda não domina o português. Continua com o "papá", com o "babá", o "tatá" e outras coisas parecidas, mas nada que se assemelhe a um "mamã". Por exemplo, se andamos no carrinho com ela e fazemos "baaammm baammm", ela repete lindamente. Agora, "mamã" nada.
  • É impaciente, ou melhor, mimada, e portanto não suporta esperar para ter o que quer, seja isto comida, atenção, brinquedos... Faz chorinhos/ refilices de mimo, mas geralmente se conseguirmos resistir uns minutos, esquece e parte para outra. Só que o problema é que normalmente cedemos...e ela sabe.
  • Adora comer, e de tudo! Prefere sopas, mas devora igualmente as frutas e papas, e come lindamente o pão (já com trincas e tudo). A educadora na creche chega a dizer que lhe tem de dar 2 almoços para que ela fique satisfeita (mas o pior é que depois passa a tarde toda a bolsar, e portanto já pedi para não abusarem). Única coisa que ela não gostou até hoje: iogurte de soja.
  • Come connosco à mesa, pelo menos aos fins-de-semana e quando jantamos cedo à semana. Isso significa que olha com avidez para os nossos pratos e, portanto, lá vai comendo uns "baguitos de arroz" de vez em quando. Já não podemos é comer gelados à frente dela... (ainda não toca em nada com leite)
  • Vibra com coisas pequeninas, detalhes, acessórios. Se rasga revistas (adora fazê-lo) delicia-se com os pedacitos pequenitos, se vê uma flor, gosta da pétala, se brinca com copos de empilhar, pega primeiro no mais pequeno.
  • Gosta de canções infantis, mas poucas. Gosta da Linda Falua, das Galinhas, do Atirei o Pau ao Gato e, sobretudo, que lhe digam "A galinha põe o ovo... e a Maria papa-o todo!" ao mesmo tempo que lhe fazemos cócegas. Gosta também de ver o "Mana Mana" dos Marretas e o Jelly Bear no pc. 
  • Perdeu um pouco o interesse na televisão, talvez porque com a mobilidade vieram novas descobertas e novos interesses. Mas ainda vê com muita atenção as músicas de aniversário do Baby TV e... os separadores!
  • Dorme razoavelmente, uns dias muito bem (género das 21h30 às 8h00) e outros mal (com várias interrupções). Mas também ela esteve tantas vezes constipada este Inverno que não admira... De qualquer modo, regra geral não nos podemos queixar.
  • Ainda adora o banho, mas cada vez gosta menos de se vestir. Estrebucha e refila e chora. Mas pelo menos já usa menos camadas de roupa que no mês passado (eram 685, agora são só 390).
  • Continua a gostar da creche, mas é sempre com enorme alegria que nos recebe quando a vamos buscar. Esteve vários dias sem ir à escola, e percebeu que em casa fazem-lhe as vontadinhas todas.
  • Não gosta particularmente de viajar de carro, mas se está cansada fica logo em estado "zen". Muitas vezes adormece e acaba a viagem de boca aberta... Mas gosta de andar de carrinho e, sobretudo, ao colo!
  • Gosta de brinquedos, mas não é fixada em nenhum em particular. Gosta de coisas diferentes dependendo dos dias. E nós variamos o que vamos espalhando pela "área de brincadeiras" dela (porque se espalhássemos tudo não víamos o chão)
  • Tem 7 dentes visíveis e devem estar mais a aparecer, pela quantidade de baba que anda a espalhar pelos babetes, roupas e chãos...
  • Continua alta e pouco gorda (embora com coxa mais fofa), mas medidas certas não as tenho. A roupa continua a ser para 12 meses.
  • Está muito parecida com o pai, embora com expressões minhas (como quando dorme no carro de boca aberta). Uma lindona!

Portanto, a Maria é a miúda mais gira e esperta do planeta, e para além de conquistar novas etapas todos os dias, conquista toda a gente que a conhece. Nós, pais, babamos mais que ela, e ansiamos por mais. Mais meses de descobertas, de emoções, de gargalhadas, de cor-de-rosa, dela, só dela...

 

Ei-la, a minha Maria:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A festa de anos do avô João

Domingo, 27.02.11

O avô João é capaz de ser a pessoa preferida da Maria. Pelo menos se julgarmos a coisa pelo critério "ar de felicidade que a miúda faz quando vê alguém", é ele quem ganha. A Maria pode estar ao colo de qualquer pessoa, mas se o avô aparece, ela salta-lhe para os braços. Pode estar a dormitar, mas se ouve a sua voz, acorda e ri. Pode estar muito entretida a brincar, mas nenhum brinquedo é mais divertido que o avô.

Não é ele quem lhe muda as fraldas (apesar de uma tentativa muito corajosa numa tarde partilhada a dois), não é ele quem lhe dá de comer e também não é ele quem a embala para dormir (não resulta nunca). Mas é ele que a passeia 50 vezes pela casa no seu carrinho de brincar, é ele quem lhe mostra as luzinhas lá fora à janela, é ele quem lhe explica as maravilhas do golfe (também, mais ninguém ouviria...) e é ele quem a deixa mexer nos bibelots valiosos onde eu e a tia Nafi nunca pudemos tocar. E depois tem aquela cara sempre bem-disposta e aquela voz de quem nunca se vai chatear. E assim ganhou o coração da minha filha.

Ora na passada 2ªfeira, dia 21, o avô João fez anos. E portanto houve lugar a festa em casa dos avós. No jantar de aniversário estiveram presentes os avós, a Maria, eu e o Bruno, a tia Nafi, os (bis)avós João e Fifina e a (bis)avó Isabel. Ora e se o aniversariante era o avô João, a rainha da festa foi mesmo a Maria. Aliás, até recebeu presentes! Os bisavós trouxeram-lhe a sua primeira bola, e a (bis)avó Isabel deu-lhe uma bonequinha. A Maria gostou de ambos, mas gostou ainda mais de ser o centro das atenções e de receber mimos e colos a torto e a direito.

Não jantou com os adultos (ainda não tem as maneiras requeridas), mas esteve sentadinha à mesa e ainda "cantou" os parabéns ao avô. Agora a próxima aniversariante (e consequente festa!) é a avó, já para a semana!

 

Fotos do jantar:

  • Maria e o aniversariante muito feliz
  • Maria entre as mui orgulhosas bisavós Fifina e Isabel (Maria em pose)
  • Avó Isabel a dar a sopinha à neta

Autoria e outros dados (tags, etc)

Novos desenvolvimentos!

Sábado, 19.02.11

Nestes últimos dias a Maria tem brindado os pais com muitas gracinhas e desenvolvimentos. Para além dos físicos do género 7º dente cá fora (e eu acho que o 8º está mesmo a rebentar), aprendeu finalmente a gatinhar. E agora que o faz, é com um speed que só visto! Para além disso nunca está quieta, atira-se para todo o lado (se está no chão tudo bem, mas se está no sofá é um perigo ambulante), e quer muito pôr-se de pé (sozinha ainda não consegue, mas agarrada às grades da cama fica perto de o conseguir). Amparada por adultos, fica bastante tempo de pé e já quer dar passinhos. Mas o rabo ainda lhe pesa (raios partam a genética!).

Quanto a vocabulário, ainda fala muito na sua própria língua, mas anda mais perto do português! Para além do "papapapa" e do "tatatatata" e do "bababababa", agora junta-se (finally!) o "olálálálá". Só falta deixar de repetir as sílabas... Mas a palavra preferida dela continua a ser o "gagn-gagn-gagn". É muito engraçado. Pena é não ser uma palavra a sério. Porque eu quero mesmo muito falar com ela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais uma semaninha caseira

Sábado, 19.02.11

Desde que o ano começou acho que a Maria já ficou em casa mais dias do que os que foi à creche. E esta semana não foi excepção :

 

Dia 14 (2ª feira):

  1. Dia dos Namorados. Muitos mimos entre os três, mas Maria vai à creche na mesma (e os pais vão trabalhar)

 

Dia 15 (3ª feira):

  1. Maria acorda várias vezes durante a noite
  2. Tenho que voar para Zurique (vou lá 2 dias em trabalho)
  3. Não conseguimos dormir a partir das 5h30 da manhã
  4. Aprontamos a Maria, que refila, mas lá sai com o Bruno para a creche
  5. Vou para Zurique
  6. Tenho saudades deles
  7. Ligam ao Bruno da creche porque a Maria tem febre
  8. Bruno vai buscá-la cedo
  9. Ligo ao Bruno - está "tudo bem, óptimo, perfeito!"
  10. Avós prestam assistência ao domicílio
  11. Ligo ao Bruno - está "tudo bem, óptimo, perfeito!"
  12. Tenho saudades deles
  13. Durmo
  14. Bruno dorme e Maria também (até bastante bem)

Dia 16 (4ªfeira):

  1. Acordo cedo na mesma, mesmo estando fora
  2. Tenho saudades deles
  3. Ligo ao Bruno - está "tudo bem, óptimo, perfeito!" (Ninguém me quer stressar)
  4. Maria em casa com Bruno e depois com a empregada dos avós, que gentilmente a "cederam"
  5. Bruno esquece telemóvel em casa
  6. Avó visita neta
  7. Ligo ao Bruno - Avó atende - esquema estragado: Maria em casa, não está "tudo bem, óptimo, perfeito!"
  8. Preocupo-me com saúde de Maria directamente de Zurique
  9. Tenho saudades deles
  10. Avô visita neta
  11. Maria em casa fica rapidamente boa e está muito bem-disposta
  12. Volto para casa
  13. Maria bem, Bruno idem
  14. Avós com casa mais desarrumada

Dias 17 e 18 (5ª e 6ª feira):

  1. Maria fica em casa com a empregada dos avós, com quem se dá muito bem
  2. Maria está fina
  3. Maria está uma mimada de primeira

 

 

E é assim... Mais uma semaninha em casa, mais por precaução do que outra coisa, porque só teve febre uma noite (para além do alerta da creche) e anda bem-disposta como habitualmente. Entretanto nasceu-lhe outro dente , mas o pediatra diz que dentes a romper não dão febre... De modo que assim estamos. Contentes por ela estar bem, chateados porque já foi a 4ª baixa dela este ano, e ansiosos por um regresso saudável à escola!

Autoria e outros dados (tags, etc)

A festa de anos do Pai

Domingo, 13.02.11

Como este ano calhou a um sábado, pode festejar-se a festa do Bruno no próprio dia de aniversário. Foi apenas um almoço com os amigos mais próximos seguido de um lanche ajantarado com família, mas mesmo assim foi um dia muito bom, vivido com muita alegria.

A Maria deu uma óptima prenda ao pai (e à mãe) ao dormir toda a noite mais uma sesta de 1 hora a meio da manhã. Depois, ainda antes do almoço, fomos com ela a uma loja de revestimentos (o novo hobby dos pais...), e ela até se portou muito bem. Finalmente, chegou a hora das festas e aí, desde que tenha muitas atenções centradas nela, a Maria delira de felicidade. Portanto, portou-se bastante bem ao almoço (que durou quase até às 6 da tarde!!!), que teve lugar no Choupana Gordinni (para futura referência: tem um belo fraldário ). Esteve ao colo dos pais, da madrinha, do padrinho, da tia Preta e da tia Mela, e distribuiu sorrisos por todos os tios. Já em casa, no lanche com a família, foi efectivamente a rainha da festa, e mimada até à exaustão. Tanto que depois não queria ir dormir (pobres pais!)...

Mas enfim, pelo menos, depois desta semana em casa e deste dia de festa, a Maria está decididamente cheinha de saúde outra vez! Que seja para continuar. E venham mais festas!

 

Maria em festejos:

  • Ao colo da madrinha (abusos com fitinhas na cabeça)
  • Ao colo da tia Mela
  • Com o grupo do almoço
  • Com o pai e padrinho em casa
  • Com os avós e madrinha a ensaiar posições verticais

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parabéns Pai!

Domingo, 13.02.11

Ontem foi dia do pai. Não do genérico, Mary, do teu. O pai Bruno fez 33 anos e, para além de ser um aniversário-capicua (o que é sempre giro), foi o primeiro aniversário que passou com este papel: o de pai (teu). Ora como és ainda muito pequenina e não consegues verbalizar grande coisa, muito menos um "parabéns-pai-gosto-muito-de-ti", vou fazê-lo por ti aqui:

 

Parabéns pai!
Gosto muito de ti! Tanto!
Porque tu...

  • Andas comigo ao colo, dás-me muitos beijinhos, e muitos mimos.
  • Dás-me muitas horas de soninho bom deitada na tua barriga.
  • Várias noites dormiste (dormiste?) em pé para que eu pudesse dormir sossegada.
  • Tens uma mão firme (muito mais firme que a da mãe) com a qual me dás as muitas colheres de papa e sopa.
  • Fizeste-me muitas festinhas nas urgências do Hospital, e nunca me largaste a mão.
  • Tens sempre palavras doces na hora de deitar (se bem que a mãe canta para mim).
  • Fazes teatrinhos com os bonecos e grandes pilhas de cubos para eu deitar abaixo.
  • Atiras-me em altos voos (controlados!) pelo ar.
  • Distrais-me com conversas tótós nas nossas viagens de carro.
  • Deixas que eu chapinhe um bocadinho no banho (mas eu queria mais, 'tá bem?)
  • És uma pessoa impaciente (segundo a mãe diz) e eu nunca me apercebi...
  • Queres estar comigo sempre que podes, e eu sei-o. Todos os dias.

Por isso quero desejar-te um dia muito feliz! Porque és o melhor pai do Mundo e mereces tudo (mas apesar de mereceres, a mãe diz que não pode dar-te ainda o fato de surf térmico porque está a poupar para as loiças sanitárias novas).

 

Era mais ou menos isto, não era Maria? Eu sei que sim. Porque estas palavras não são criação da minha mente, mas simplesmente tradução do teu olhar. Parabéns, pai Bruno, és o maior !

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

As poses da Maria

Domingo, 13.02.11

Um pequeno intervalo no diário narrativo da Maria para dizer que a miúda anda a fazer jus ao papel de "top model" atribuído pelo pediatra. Pois cada vez que me vê (ou ao pai) com a máquina fotográfica, põe-se logo a olhar para a dita, a piscar os olhinhos e a pôr um sorriso 33 (no caso dela, é mais um sorriso 6). Isto independentemente do que está a fazer!

Aqui fica um exemplo em que estava super entretida a jogar com o padrinho, a rir-se loucamente, de repente apercebe-se de que estou de máquina em riste, e voilá... pose:

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • Dentista em Lisboa

    Sempre que as crianças fazem uma conquista é uma v...

  • Janete

    Que doçura de blog! Parecem muito felizes!

  • Paula

    OláA procura de sítiio onde ficar no algarve ,enco...

  • Preta

    Este blog encerrou e não avisaste os teus leitores...

  • MIF

    Fica prometido!Beijinhos e saudades,MIF






subscrever feeds



Pág. 1/2