Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Maria

Lilypie Fifth Birthday tickers

Maria banho.jpg

João

Lilypie Second Birthday tickers

C:\Documents and Settings\isabel.faria\My Document

Visitas

contador gratis

calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Pesquisar

 


Curtas da Maria XIII

Segunda-feira, 29.04.13

No início da semana passada fomos com a Maria às compras para ela. Não só lhe queríamos oferecer a bicicleta, pelos 3 anos (e queríamos ter a certeza que era a opção mais certa), como precisávamos de lhe comprar sapatos (pode ser Imelda, mas o pé cresce{#emotions_dlg.blink}!). Queríamos arranjar-lhe, mais concretamente, uns ténis, uns sapatinhos de menina para dar com roupa mais clássica e umas práticas Crocs.

Ora na loja onde lhe estamos a comprar as Crocs, a Maria mexe alegremente nas prateleiras dos modelos infantis e saca umas azuis com bonecos. Diz ela que são para o João. Instamo-la a devolver as ditas Crocs e a vir experimentar as dela (entretanto já experimentara uns quantos pares, sem grande sucesso no número). Ela cede, mas não sem antes fazer uma birra{#emotions_dlg.mad} porque queria continuar a escolher Crocs “para o mano”.

Já no carro digo-lhe “Ó Maria, estavas a portar-te tão mal na loja!”.

Responde ela com um suspiro “Eu sei, mas estava tão decepcionada…”.

 

E já agora... os sapatos novos:

Autoria e outros dados (tags, etc)

A(s) festa(s) dos 3 anos: a (enorme) lista dos presentes

Segunda-feira, 29.04.13

Muitos presentes recebeu a Maria. Demais, até{#emotions_dlg.amazed}!

Bom, verdade seja dita, alguns foram quase mais para mim do que para ela: recebeu peças de roupa giríssimas... E, claro, bastantes livros e brinquedos, alguns dos quais consegui reservar para lhe ir entregando mais tarde. É que receber assim 1001 presentes de uma vez desnorteia qualquer cabeça, quanto mais uma com 3 aninhos acabados de fazer!

 

Aqui fica a lista dos presentes{#emotions_dlg.gift} (so far) que a Maria recebeu por ocasião do seu 3º aniversário, sem ordem especial:

  1. Bicicleta + capacete e cotoveleiras - Pais
  2. Surfboard + prancha de Bodyboard da Barbie + boneca Nancy e seu cavalo - madrinha Nafi
  3. Sweat-shirt + t-shirt Roxy - padrinho Carlitos
  4. Playmobil "City Life" + Playmobil "Parque Aquático" + animais Imaginarium + pá para a praia - avós João e Isabel
  5. Boneco menino (com "piriloca" como diz a Mary) + 3 livros (Noddy, Aprender as horas e Sons do sapo) - Bi
  6. 2 t-shirts + saia Zippy (e um baloiço a instalar em Palmela: surpresa!) - (bis)avós João e Fifina
  7. Top Lanidor + puzzles Hello Kitty - tios Teté e Rui
  8. Lego Disney Ariel - tia Fofi
  9. Vestido Lanidor de riscas cor-de-rosa - Pedro e Lúcia (e Leonor)
  10. Reforço para o mealheiro - Tia Catucha
  11. Reforço para o mealheiro - Tios Odete e João
  12. Reforço para o mealheiro - primos Paulo, Eva e Diogo
  13. kit princesa (ceptro e tiara) - Fernanda
  14. Calções Zara - Emília
  15. Fato de banho (tanga) de flores, azul e amarelo + vestido amarelo Massimo Dutti + livro dos Porquês - tios Mongos
  16. Vestido azul de cornucópias - tia Sara L.
  17. Livro do Mar - tios Isabel, Ricardo e Ricardinho
  18. T-shirt branca com a letra M - tia Marta B.
  19. Blusa encarnada de alças - tia Martinha
  20. Vestido Tuc Tuc + chapéu de praia Tuc Tuc + letras para o banho (ainda encomendadas) - tios Mariana e Pedro, e Rita e Miguéis
  21. Puzzle da Bailarina - tia Leonor, e Luísa

Tentámos que a Maria agradecesse todos os presentes com um "obrigada" e um beijinho, mas no calor do momento é capaz de ter escapado alguém... Por isso aqui fica o nosso obrigada, adorámos (plural{#emotions_dlg.blink}) tudo!!!

 

Dois momentos de abertura de prendas:

E um momento de bónus (avô João redescobre o mundo maravilhoso dos playmobil):

{#emotions_dlg.sarcastic}

Autoria e outros dados (tags, etc)

A(s) festa(s) dos 3 anos: os bolos!

Segunda-feira, 29.04.13

À semelhança dos anos anteriores (e de outros aniversários), voltei a encomendar os bolos para as festas à Elsa do site Bolinhos3D. Ela costuma cumprir muito bem as minhas indicações, mas mais do que isso, faz um bolo de laranja com recheio de chocolate que toda a gente elogia (e come, pelo que acho que é sincero{#emotions_dlg.tongue}).

Este ano, e como referi aqui, a Maria queria um porquinho cor-de-rosa. A única coisa que acrescentei no pedido à Elsa foi “abonecado”, para que não fosse uma coisa muito realista. E no dia 25 foi uma Maria sorridente que deparou com isto:

Já para dia 27 encomendei um bolo maior, com outro dos temas preferidos da Maria: os personagens clássicos da Disney. Ela adora a Minnie, Mickey e Cia, pelo que também ficou super contente com o resultado:

A Maria andava a ameaçar que queria comer as figuras de açúcar todas (mesmo antes de ver o bolo), pelo que as escondi rapidamente depois de cantados os parabéns. Também o Miguel (pequeno) gostou dos bonecos e exigiu comer um pedaço de bolo com a letra “R” de Rita (a mãe) em açúcar. O tio Melo é que criticou o Pato Donald{#emotions_dlg.mad} (não está perfeito, mas acho que dá para perceber…).

Pedi um bolo com 2 andares porque éramos muitos, porque o bolo é óptimo e porque assim ainda tenho umas quantas fatias para comer estes dias…{#emotions_dlg.blink}

Já com o bolo para cantar os parabéns na escola, a abordagem foi diferente. A escola (pelo menos a creche) pede especificamente aos pais que, se quiserem levar bolos de aniversário para os filhos, levem bolos simples, com pouco açúcar e sem cremes. Assim, o Bruno aventurou-se a fazer um bolo de iogurte caseiro (ele é desporto e bricolages, mas é também culinária, o homem é mesmo prendado{#emotions_dlg.ok}). Só que, perfeccionista como é, achou que o primeiro bolo não tinha saído muito bem e fez outro, e ainda mais uns queques individuais. O primeiro bolo e os queques acabaram por ser “convertidos” para a festa de dia 27 (com uma cobertura de chantilly, morangos e framboesas). A segunda tentativa, mais bem sucedida, foi decorada com m&m’s (a fazer um “M” de Maria) e levada para a escola, onde foi muito bem recebida. Ei-la (e os queques atrás):

E assim, 3 anos = 3 bolos! A Maria acabou por ter direito a 3 bolos de aniversário, um por cada ano de vida que já conta{#emotions_dlg.happy}.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A(s) festa(s) dos 3 anos: a festa de dia 27

Segunda-feira, 29.04.13

Sábado chegou mais fresco, mas mesmo assim com um céu limpo que me pôs logo optimista: bom dia para festas{#emotions_dlg.blink}! É que este ano ainda fazíamos o lanche com os amigos na nossa casa, e se bem que fossem apenas uns 20 adultos e 5 crianças pequenas, é sempre mais difícil assegurar que toda a gente está bem dentro de um apartamento.

O dia começou como tantos outros, já que a Maria foi com o Bruno à aula de natação enquanto eu fiquei a arrumar a casa. Quando regressaram, a Maria almoçou e decidimos ir ambos com ela comprar umas coisas de última hora, para que pudéssemos aproveitar o embalo do regresso (de carro) para ela adormecer. É que eu antecipava uma tarde/ noite longa e a Maria tinha mesmo que descansar um bocado…

Acabámos por encontrar os avós no supermercado, o que foi algo contraproducente{#emotions_dlg.confused} já que a Maria (depois, no carro) não se calava sobre quando é que eles viriam ter connosco e estava difícil pegar no sono…

Acabou por dormir uma sesta de três quartos de hora, o que, não sendo ideal, foi o suficiente para ganhar alguma energia enquanto eu e o Bruno acabávamos os preparativos para a festa.

E à hora combinada começaram a chegar:

  • O padrinho (repetente!)
  • A tia Sara
  • A tia Marta com o Du
  • Os tios Miguel, Mariana e Pedro, com o pequeno Miguel
  • Os tios CB e Tony
  • Os tios Fufs e os tios Melos
  • A tia Martinha
  • Os tios Ricardo e Isabel, com o Ricardinho e uma Margarida embutida de 39 semanas (muito corajosa, a Isabel…)
  • A tia Leonor com a Luisinha

A Rita não pode aparecer com os seus Miguéis uma vez que apanhou uma virose{#emotions_dlg.ill}, coisa que também afectou a amiguinha Leonor, que por isso também não pode vir com a família. A Maria ficou triste por saber que a Leonor não vinha, mas mais oportunidades de brincadeira virão.

E, de resto, ela divertiu-se até à exaustão com os amiguinhos que vieram!

Enquanto os adultos conversavam e petiscavam na sala, os miúdos corriam entre os quartos e a sala divertidos e imparáveis. Pouco depois do início da festa, havia Legos, animais de plástico e bonecos por toda a casa (ainda bem que escondi alguns puzzles e jogos com peças pequeninas ou ainda hoje estaria à procura de todas elas…).

Eis alguns momentos divertidos para a criançada{#emotions_dlg.default}, que se traduziram em trabalhos extra no after party:

  1. Salto em altura na cama da Maria, alguns pezinhos ainda com sapatos (lençóis e capas trocados às duas da manhã)
  2. Terramoto na casinha de tecido da Maria (suportes do tecto dobrados e à espera de reparação pelas mãos habilidosas do Bruno)
  3. Bepanthene nas mãos das meninas, nas caras de todos os Nenucos, no chão, em armários, em brinquedos… (boas esfregadelas da minha parte em todos os itens listados)
  4. Toalhitas atiradas para AMBAS as sanitas!
  5. Brincadeiras com água na casa de banho{#emotions_dlg.ice}No comments needed.

Enfim, acho que saldo positivo para o divertimento dos miúdos, que, de facto, estavam animadíssimos. A certa altura até os encontrei a brincar todos juntos às comidinhas, sossegados no quarto (creio que durou uns sete minutos no máximo).

Na altura de cantar os parabéns, a Maria subiu para um banquinho e ouviu a cantoria toda envergonhada, mas felicíssima{#emotions_dlg.sarcastic}. Ajudámo-la a soprar as velas do bolo Disney que pedira, coisa que fez novamente a pedido do Du, que também as quis soprar. Toda a gente provou o bolo, mas claro que os miúdos queriam era comer os bonecos de açúcar (que rapidamente lhes tirei da vista…).

Depois de cantados os parabéns, e com a noite a aproximar-se, alguns amigos começaram a despedir-se, sendo que outros ficaram para jantar.

A Maria teve a sorte de poder contar com a Luísa e o Du para continuar a sessão de brincadeiras pela noite dentro. Jantaram os 3 à mesa (encomendámos frangos para todos os resistentes) e depois voltaram aos saltos e risos da praxe, desta feita com balões à mistura. A Maria costuma ser uma preguiçosa para comer (pede sempre que a ajudemos a meio), mas por ter os amiguinhos ali com ela, comeu tudo sozinha sem um “ai”{#emotions_dlg.smile}.

A certa altura, o Du, que é mais pequeno, já estava a “cair para o lado” e a Marta foi embora para casa. Mas sempre que a Leonor avisava que também tinha de ir, com a Luísa, as duas meninas pedinchavam “só mais um bocadinho”… Foi mesmo a custo que as duas se despediram, entenderam-se às mil maravilhas.

Os últimos tios acabaram por ir embora já perto das duas da manhã, e as pilhas da Maria já estavam a dar as últimas. Pudera, não parara 1 minuto!

Ficou a beber um leite quente na nossa cama, enquanto lhe arranjávamos o quarto (minimamente) para poder dormir. E quando a fomos ver já tinha “aterrado” no mundo dos sonhos{#emotions_dlg.sleeping}. Dormiu até quase às 14h de domingo. Bom, dormiu ela e dormimos nós! Estávamos todos bem precisados daquele sono retemperador, depois de tanto festejo…

Mas não há nada que eu tivesse feito diferente (talvez tivesse encomendado mais salgadinhos à Casa da Comida, estavam deliciosos), ver a felicidade estampada na cara da Maria durante toda a festa é recompensa mais que suficiente{#emotions_dlg.inlove}!

 

Momentos da festa com os amigos, no dia 27:

1. Sentadinha à espera dos amigos (com a roupa nova comprada no LKM)

2. Brincadeiras no sofá com a Luísa e o Miguel

3. Brincando às comidas com a Luísa, o Ricardo e o Du

4. "Panorâmica" dos "parabéns a você" (fotos dos parabéns by tio Fuf)

5. A ouvir os parabéns, envergonhada e contente

6. A preparar-se para soprar as 3 velas

7. Com o Du, que também quis soprar as velas{#emotions_dlg.default}

8. A jantar com a Luísa e o Du

9. Brincadeiras by night, com balões à mistura

{#emotions_dlg.sarcastic}{#emotions_dlg.heart}

Autoria e outros dados (tags, etc)

A(s) festa(s) dos 3 anos: duas surpresas no dia 26

Segunda-feira, 29.04.13

Como já disse, acordar na 6ª feira não foi muito fácil mas lá convencemos a Maria de que o dia de escola iria ser diferente porque teria um lanche especial com os amiguinhos. Acho que isso a entusiasmou{#emotions_dlg.blink}.

Assim, por volta das 15h30, como combinado com a educadora, eu e o Bruno chegámos à creche dela com o bolinho caseiro para lhe cantar os parabéns. E se a Maria estava à espera dos parabéns dos amiguinhos, acho que não estava à espera que nós aparecêssemos na sala dela para cantar também. Ficou mesmo contente ao ver-nos. Quase nem me queria largar a mão.

Depois da cantoria, lá andou ela pela sala a distribuir bolo aos amigos, que pareceram gostar (a maioria repetiu{#emotions_dlg.tongue}). E ainda deu para levar um bocadinho para os amigos da sala do lado. Como bónus, trouxemos logo a Maria para casa connosco, o que ainda a deixou mais feliz. Foi uma tarde de escola diferente, sem dúvida!

Mas as surpresas de dia 26 não se ficaram por aí… À noite, depois de jantar, apareceram cá em casa a tia Odete, os primos Paulo e Eva e o priminho Diogo. A Maria ficou encantada com a visita da família de Viana{#emotions_dlg.happy}, que infelizmente não pode ficar para a festa do dia seguinte. Ficaram por pouco tempo, mas ainda deu para a Maria brincar um bocadinho com o Diogo. A certa altura estavam os dois aos gritinhos de alegria. Claro que ela não queria nada que eles fossem embora…

E, assim, apesar de demasiado curta, esta visita surpresa acabou por ser um belo presente de aniversário extra para a nossa Maria{#emotions_dlg.ok}.

Dia 25: check, dia 26: check, venha agora o dia 27!

 

A bela surpresa de dia 26:

1. Com o primo Diogo, prontos para o bolo!

2. Maria e Diogo a ouvirem a Eva a contar uma história.

{#emotions_dlg.smile}

Autoria e outros dados (tags, etc)

A(s) festa(s) dos 3 anos: o lanche familiar de dia 25

Segunda-feira, 29.04.13

A festa com a família é sempre aquele momento mais íntimo que dá para gozar bem a presença das pessoas. A Maria sente-se a rainha da casa, recebe mimos a rodos{#emotions_dlg.kiss} e todos podemos conversar à vontade.

Mesmo antes dos convidados chegarem, a Maria cirandava de roda da mesa, atacando uma batata frita aqui, um m&m ali… Estava excitadíssima e não parava de nos fazer perguntas.

Os primeiros a chegar foram os avós, a Bi e o Carlitos. Mas pouco depois chegaram também os bisavós e a tia Fofi, com mais sacos de presentes e mais beijinhos para a menina dos anos. Logo logo a Maria estava envolta em embrulhos rasgados, roupas, livros e brinquedos. Maravilhada, claro{#emotions_dlg.sarcastic}.

E estava ela entretida a ouvir a Tia Fofi a contar-lhe uma história de um novo livro oferecido pela Bi quando chegou a madrinha. Começámos a comer pouco depois (thank God, a certa altura temi que sobrasse imensa comida), e já perto das 18h chegaram os primos Pedro e Lúcia com a bebé Leonor. Vinha super bem disposta e não estranhou ninguém. A Maria começou logo a querer dar lhe festinhas e abracinhos, mas o que a Leonor mais gostou foi das palhaçadas que a Maria fazia à sua frente. Não há dúvida que os bebés adoram outras crianças!

O momento de cantar os parabéns é sempre uma grande alegria para a Maria, que fica envergonhada{#emotions_dlg.blushed}, mas feliz por ver toda a gente a cantar especificamente para ela. Ainda teve uma ajudita a apagar as velas do seu “porquinho” e depois quis logo atacar as letras de açúcar. Ela e a madrinha, que também devorou pasta de açúcar!

O pai e o padrinho aproveitaram o fim da tarde para ensinarem à Maria algumas técnicas de surf, na sua prancha nova (oferecida pela madrinha), o que gerou alguns tropeções e várias gargalhadas. Antevêem-se uns bons “chapos” na água este Verão{#emotions_dlg.blink}!

Os padrinhos e os primos ainda ficaram até um bocadinho mais tarde, mas (infelizmente) ainda não era fim-de-semana e pela hora do jantar a festa deu-se por terminada.

Mais um ano, mais “uma linda festinha”, como costuma dizer o avô João. Para o ano há mais{#emotions_dlg.ok}!

 

Momentos da festa familiar cá em casa:

1. À espera dos convidados, ansiosa (e com o outfit novo{#emotions_dlg.pimp}, tudo da Knot).

2. A ler histórias com a tia Fofi e a avó Fifina

3. A mostrar a Nancy nova à priminha Leonor, que estava cheia de vontade de brincar também!

4. A ouvir cantar os parabéns, muito sorridente.

5. A soprar as velas!

{#emotions_dlg.smile}

Autoria e outros dados (tags, etc)

25 de Abril sempre: o dia dos (3) anos!

Segunda-feira, 29.04.13

Chegou, como nos últimos anos, cheio de sol{#emotions_dlg.sol}. E quente, o que, dadas as temperaturas pouco primaveris deste ano, foi uma agradável surpresa.

A Maria acordou cedíssimo (acho que ainda nem eram 7h30), o que nela não é muito habitual, parecia que adivinhava que aquele dia era especial. Ficámos um bocado na ronha, entre mimos e cantares de parabéns, mas logo nos levantámos e arranjámos para sair. Objectivos:

  1. Levá-la a estrear o nosso presente de anos para ela: uma bicicleta “de menina crescida” que ela escolhera esta semana{#emotions_dlg.smile}. [Depois de uma pré-selecção, eu e o Bruno decidimo-nos pela SportZone e a Maria foi connosco para experimentar modelos e escolher a dela. Pedimos conselho a um dos funcionários que nos recomendou uma para crianças de 5 anos, já que a Maria é alta e as de 3 anos eram já muito pequenas para ela.]
  2. Comprar as coisas para o lanche com a família.

Assim, e também para poder a surpreender com os mimos dos avós e madrinha logo de manhã{#emotions_dlg.kiss}, fomos até ao parque José Fontana para que ela pudesse andar na bicicleta e seguir para casa dos avós a seguir.

A estreia na bicicleta não correu nem bem nem mal. Não se espetou e até deu umas quantas pedaladas, mas não ficava sentada no selim muito tempo… Ora queria subir ao coreto, ora correr pelo jardim, ora voltar a sentar-se na bicicleta. De facto, muito tempo com a mesma actividade não é coisa para ela. De qualquer forma, lá se ajeitou e deu umas voltinhas supervisionada pelo pai. Constatámos que ela pedala quase sempre com o pé direito (em vez de dar a volta completa com os pedais, dá meias voltas e carrega sempre com o pé direito), e que põe o pé mais para fora do que a direito. Vamos ver se vamos corrigindo isso nas próximas tentativas. Mas acho que, no geral, a Maria gostou e vai querer mais.

No final da manhã, fomos até casa dos avós, onde a Maria recebeu abraços apertados e abriu as primeiras prendas{#emotions_dlg.gift}. Uma excitação! Tanta que até pedi aos avós (que compram sempre este mundo e o outro) que reservassem uma delas para domingo (na verdade, escondi-lhes a prenda para os obrigar a aceder ao meu pedido{#emotions_dlg.blink}).

Quando recebeu o parque aquático da Playmobil, foi o “delírio nas bancadas”. Não só ela ficou super entusiasmada com os bonecos e a água (adora brincar com água), como também eu, o Bruno e o avô começámos logo a antecipar a montagem… Não há dúvida que os Playmobil são mesmo giros, e este, que mete duches que funcionam a sério e escorregas para uma piscina cheia de água, é delicioso. A avó estendeu logo uma toalha de plástico na cozinha e a Maria ficou entretidíssima a brincar.

Aproveitando este babysitting de aniversário, eu e o Bruno fomos então às compras (comida e decorações para o lanche), sendo que ainda regressámos a tempo de almoçar com os avós. A Maria já almoçara e continuava na brincadeira.

Antes de voltarmos a casa, para preparar tudo para o lanche e (tentar) pôr a Maria a fazer uma sesta, a Maria ainda abriu os presentes da madrinha. Nova onda de excitação, da parte dela e da própria madrinha, que continua a adorar bonecadas{#emotions_dlg.tongue}

Como esperado, a Maria até adormeceu no carro, mas acordou pouco depois de chegarmos a nossa casa. Nem deu para insistir muito com ela, a Maria sabia que estariam a chegar as pessoas para o lanche e só queria ir para a sala. A muito custo consegui enfiá-la na roupa nova e evitar que comesse os aperitivos antes que os convidados chegassem!

A festa com a família tem direito a post próprio, mas adianto já que a Maria esteve sempre divertida. Adorou ter cá estas suas pessoas e ficou derretida com a priminha Leonor (ela e todos nós), que é uma fofa de bochechas grandes e sorriso fácil{#emotions_dlg.chucha}.

À noite, depois de todos terem saído, a Maria ainda queria mais festa (e iria tê-la(s)!). Mas não foi muito difícil adormecer, de tão cansada estava. Difícil foi acordar no dia seguinte…

25 de Abril de 2013: mais um dia maravilhoso a celebrar a maior revolução da minha (nossa) vida{#emotions_dlg.happy}.

 

Imagens várias ao longo do dia:

1. Maria na sua bicicleta nova

2. A pedalar sob o olhar atento do pai

3. A brincar com o novo Playmobil (com água!), na cozinha da avó

4. Já na sua festa, com a priminha Leonor

5. A aprender técnicas de surf, na prancha nova

6. Primeiras quedas da prancha, grandes risadas!

{#emotions_dlg.default} 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A(s) festa(s) dos 3 anos: o convite

Domingo, 28.04.13

Este ano, depois de pensarmos na coisa um bocadinho, decidimos que ainda não era tempo de alargar a festa da Maria aos amiguinhos da escola. Em princípio, isso será para o ano. Por isso, optámos por voltar a fazer um lanche caseiro com a família mais chegada no dia 25 e uma festa para os amigos "da casa" no sábado seguinte, dia 27.

Nos próximos posts vou descrever ambas festas, mas começo por deixar aqui o convite que enviámos aos convidados. Continuando no espírito caseiro da coisa, adaptei uma foto recente da Maria, escrevi um pequeno texto (um para a família e outro para os amigos) na dita, e enviei-a por e-mail. Sim, porque hoje em dia não há avó ou bisavó que não esteja "ligado" às novas tecnologias...{#emotions_dlg.blink}

Um convite muito simples, portanto, mas que acho que as pessoas gostaram. Eu gostei.

 

O convite:

{#emotions_dlg.smile}

Autoria e outros dados (tags, etc)

A rainha da(s) festa(s): preview

Domingo, 28.04.13

Depois de 3 dias de festa (festa familiar no dia 25, na escola no dia 26 e com os amigos no dia 27), o Bruno já dizia que se sentia como naqueles festejos ciganos que duram e duram e duram{#emotions_dlg.sarcastic}...

Foi cansativo, é um facto, mas o mais importante é que a Maria adorou. Divertiu-se imenso, foi super acarinhada, fartou-se de receber presentes, deliciou-se com bolos e doces (e teve os bolos que pediu) e não parou um minuto! O sorriso de felicidade sempre presente na carinha dela foi, sem dúvida, o nosso melhor presente...

 

Uma espreitadela à rainha da festa nos dois eventos cá em casa:

No dia do aniversário, literalmente esborrachada de amor pelos pais (coitadinha{#emotions_dlg.happy}!):

Na festa de sábado, enquanto lhe cantavam os parabéns{#emotions_dlg.smile}:

 

{#emotions_dlg.king}

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parabéns Maria!!!

Quinta-feira, 25.04.13

3 anos! Está uma menina tão crescida, a nossa Maria...

Hoje (já é dia 25) vai ser um dia atarefado, entre 1001 mimos à aniversariante e com a festa familiar cá em casa. E como sei que não vai dar para dar um saltinho aqui ao blog tão cedo, queria assinalar já a data.

Bem sei que este é um dia importante para muitas pessoas, mas para mim (nós) ainda é mais especial.

Tenho um orgulho imenso na minha filha. Mesmo com todos os disparates e birras que faz (e que criança não é assim?), enche a nossa vida de amor e alegria. Há 3 anos.

A Maria é uma menina alegre, bem-disposta, curiosa, teimosa, meiguinha, doce, sociável, vaidosa, impaciente, algo nervosa, enérgica, mandona, generosa e amiga. Mas, acima de tudo, é feliz. E isso é que verdadeiramente importa.

Hoje terá direito ao seu bolo cor-de-rosa do porquinho, à presença da família (mais chegada) de Lisboa (Viana fica demasiado longe nestes dias...), a demasiados presentes e a montanhas extra de mimos e atenções.

Mas hoje pode ter tudo. Hoje quero dar-lhe o Mundo. Hoje o meu Mundo é ela. Parabéns, meu amor.

{#emotions_dlg.heart}

{#emotions_dlg.inlove} 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • Dentista em Lisboa

    Sempre que as crianças fazem uma conquista é uma v...

  • Janete

    Que doçura de blog! Parecem muito felizes!

  • Paula

    OláA procura de sítiio onde ficar no algarve ,enco...

  • Preta

    Este blog encerrou e não avisaste os teus leitores...

  • MIF

    Fica prometido!Beijinhos e saudades,MIF






subscrever feeds



Pág. 1/3