Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Maria

Lilypie Fifth Birthday tickers

Maria banho.jpg

João

Lilypie Second Birthday tickers

C:\Documents and Settings\isabel.faria\My Document

Visitas

contador gratis

calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Pesquisar

 


O que uma semana fechada em casa faz

Segunda-feira, 25.11.13

Maria acorda hoje e pergunta, quase automaticamente:

- Hoje há escola?

Eu digo que sim e ela acrescenta, com um enorme sorriso:

- Hoje não faço birras!

{#emotions_dlg.smile}

(esperemos é que não apanhe frio na escola com esta vaga de frio polar; não era nada bom ter uma recaída...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este ano fizemos a árvore mais cedo!

Segunda-feira, 25.11.13

Costuma ser só no primeiro fim-de-semana de Dezembro, mas depois de uma semana fechados em casa já apetecia fazer qualquer coisa alegre. E afinal de contas já se respira Natal e se fala de Natal aqui em casa há tanto tempo...

Desde que prometera à Maria que iríamos fazer a árvore de Natal este domingo que ela não falava de outra coisa. E no domingo só dizia "É agora? É agora?". E foi{#emotions_dlg.smile}.

Acho mesmo que a Maria foi a maior decoradora da árvore. Neste momento, temos poucas bolas que se partam e muitos enfeites de feltro e palha, o que ajuda à participação das crianças. E ela estava tão feliz a pendurar os bonecos!

A madrinha apareceu a meio da "obra" e ajudou a finalizar a árvore. À noite, com as luzes da árvore acesas, a nossa sala até ficou mais quente. E o Natal está quase aí...{#emotions_dlg.sarcastic} 

(ainda falta a imagem da árvore iluminada)

{#emotions_dlg.xmastree}

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gemadas

Segunda-feira, 25.11.13

Se há coisa que me recorda as tardes de Inverno da minha infância é uma boa gemada. Sempre que eu estava doente, chateada ou simplesmente se o dia estava cinzento e triste, a boa da gemada não desiludia. Docinha e colorida, suave mas com aqueles grãos de açúcar a brincarem na língua, alegrava-me sempre.

A avó sugeriu e a Maria provou esta semana a sua primeira gemada. E a segunda e a terceira{#emotions_dlg.tongue}. Temos fã. E eu revivo a minha infância na alegria da minha filha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Curtas da Maria XXIX

Segunda-feira, 25.11.13

Maria e avó falam sobre os presentes de Natal. A avó diz qualquer coisa como:

" Ah, isso pode ser a prenda do Pai Natal da avó."

Responde logo a Maria:

"Ó avó, não se diz mentiras. O Pai Natal é de todos!"

Toma lá...{#emotions_dlg.painatal}

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os primeiros scones feitos pela Maria

Segunda-feira, 25.11.13

Na semana que passou, a avó foi uma presença constante nesta casa. Vinha todas as tardes brincar um bocadinho com a neta e ajudar-me com as sopas e papas do João. A Maria ansiava pela chegada da avó, que normalmente lhe trazia uma surpresinha qualquer{#emotions_dlg.gift}, desde livros de colorir a bolinhos. Mas mais do que isso, a Maria ansiava pela companheira de brincadeiras a quem pode pedir para fazer de tudo (desde "filha" a "aluna" a "doente" dela).

Numa destas tardes, a avó trouxe com ela os ingredientes para fazer scones com a Maria. A Maria ficou toda contente, claro, quando soube que ia - literalmente - meter as mãos na massa. Vestiu o avental e seguiu para a cozinha com um sorriso na cara. E fecharam-se as duas lá dentro.

A miúda adorou mexer na massa e fazer os bolinhos (que fez de variadíssimos tamanhos), e passado um bocadinho a avó já os metera no forno, enchendo a cozinha e a sala de um cheirinho bom.

Quando ficaram prontos, a avó colocou-os num prato para a Maria trazer para a mesa. Vinha tão orgulhosa{#emotions_dlg.happy}! Ainda por cima a avó Fifina juntara-se a nós para o lanche (o avô João trouxera-a para virem ver os netos) e assim havia várias provadoras oficiais. Então, eu, a avó, a bisavó e a própria Maria provámos os scones e concordámos: os scones estavam deliciosos! E notava-se que tinham dedo da avó, ou seja, tinham pouco açúcar.

Espero que isto seja o início de uma bela amizade entre a Maria e a cozinha. Fingers crossed: pode ser que saia ao pai{#emotions_dlg.blink}!

 

Da primeira aventura da Maria na cozinha:

1. A avó dá uma ajudinha com a massa (*ver nota)

 

2. Toda contente a amassar

3. Muito concentrada, a fazer os bolinhos

 

4. A levar os scones para a mesa

5. Tão orgulhosa!

 

*Nota: A avó vinha com uma máscara para se proteger dos vírus. Chamava-lhe a máscara de pato e a Maria nem ligava muito a isso. Já o João olhava-a sempre com um ar super admirado...{#emotions_dlg.amazed}

Autoria e outros dados (tags, etc)

Doentinhos em casa: resumo da semana

Segunda-feira, 25.11.13

Numa foto é isto:

Legenda:

  • Lençóis velhos no chão para prevenir bolçados e vómitos.
  • Espreguiçadeira tapada com toalha para idem idem aspas aspas
  • Sofá recheado de brinquedos e mantas
  • Móbiles do João à mão de semear
  • Mordedores e peluches
  • Caixas de jogos
  • Lápis de cor
  • Livros de colorir e de autocolantes
  • (só falta o iPad - que estava nas mãos da Maria - e os lenços espalhados - que deitei fora - para recriar o estado normal da sala estes dias)

Ou seja, muita brincadeira para distrair duas criaturas doentes e fechadas em casa 1 semana inteirinha!

A Maria começou a ficar murcha no fim-de-semana, com o nariz a correr, tosse chata e alguma febre (mas baixinha). Na 4ª feira a febre ainda resistia{#emotions_dlg.ill} (embora continuasse baixa) e resolvemos levá-la ao médico. Diagnóstico: pneumonia atípica! Mais um raio-X para a conta{#emotions_dlg.sidemouth} e um antibiótico para tomar durante 14 dias. No dia seguinte já estava muito mais bem disposta, embora ainda esteja hoje algo constipada (parece que é normal nestes casos).

O João parecia resistir aos "bichos", mas na 5ª feira começou a ficar muito entupido e com tosse. Ligámos ao pediatra, que receitou celestone e fenistil, para tomar durante 3 dias. O João melhorou, mas apenas muito ligeiramente, pelo que ontem, domingo, o pai deu um saltinho com ele aos Lusíadas. Confirmaram que era apenas uma constipação, que o João não tem nada nos pulmões, e disseram para continuar com o Fenistil. A voltinha ao hospital parece ter feito bem ao João, que entretanto acordou hoje mais desentupido e bem-disposto{#emotions_dlg.default}.

Desta semana com os dois sobra uma casa muito desarrumada e uma mãe bastante cansada. Mas com muita fé que esta semana corra muito melhor (até porque o Bruno já despachou alguns dos trabalhos mais chatos do MBA)!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Serão só com o pai

Domingo, 24.11.13

Numa noite em que saí à noite com as amigas (um concerto que não esquecerei), o Bruno ficou com ambos em casa. Um João meio mal-disposto (anda a dormir pouco durante o dia) e uma Maria a chocar qualquer coisa. Mandou-me uma sms às 23h20 a dizer "Finalmente ambos a dormir!!" e eu pensei "Dois miúdos pequenos podem cansar bem mais que um MBA".

{#emotions_dlg.sarcastic}

Autoria e outros dados (tags, etc)

A reunião de início de ano (JI)

Domingo, 24.11.13

OK, 14 de Novembro não é propriamente início do ano mas mais vale tarde... Desta vez só pude ir eu, porque o Bruno estava atulhado em trabalho (both office e MBA{#emotions_dlg.sidemouth}), mas não faz mal porque depois debitei a sessão pormenorizadamente.

Primeiro houve uma sessão para todos os pais dos alunos da vertente jardim de infância no auditório, coisa que englobou regras mais gerais, apresentação de conteúdos globais da escola, novos professores (Inglês, Música), etc. E depois cada educadora reuniu com os pais dos seus alunos. Assim, dirigi-me à sala dos 3 anos com cerca de 20 outros pais (houve alguns faltosos, mas infelizmente nem toda a gente consegue sair dos empregos às 17h30).

A MJ e a N (auxiliar que a Mary já conhecia da creche) falaram então um pouco da turma, características e comportamentos, de uma forma mais geral (não se pode particularizar muito quando estamos a falar de 25 miúdos). Fiquei contente por perceber que as características da Maria se enquadram nesta avaliação geral{#emotions_dlg.smile}. Pode ser uma miúda que desafia e faz algumas birras, mas pelos vistos todos o fazem.

A MJ falou ainda do dia-a-dia dos miúdos e das actividades que normalmente fazem, do que eles gostam mais e menos. Comentou que as professoras de Inglês e Música estavam espantadas com a rapidez com que as crianças aprendiam as coisas (eu também). E acrescentou que, apesar de algumas diferenças originadas pelas idades (miúdos com quase 4 anos vs miúdos com 3 anos acabados de fazer), os miúdos da sala são já muito autónomos e com personalidades vincadas.

Quando falou na hora da refeição, a MJ disse que algumas crianças já não usavam babete por já conseguirem comer sozinhas sem se sujar. Depois nomeou-as. Entre os 5 ou 6 nomes estava o da nossa Maria{#emotions_dlg.ok}. Não há dúvida que as crianças são muito diferentes em casa e na escola. Ora então em casa não só se distrai tanto que não raras vezes vira o garfo para onde não deve, como ainda por cima pede ajuda quase sempre! Pois, faz de nós o que quer...

A certa altura cabe aos pais fazer perguntas. Eu pergunto se sempre existe a "4ªfeira do Brinquedo" e para que serve. E afinal existe, é um dia em que os miúdos podem levar brinquedos de casa para partilharem com os coleguinhas. E eu que sempre que a Maria dizia que queria levar qualquer coisa para a escola achava que era invenção dela... Sinceramente, acho que levar brinquedos não é assim espectacular, mas levar livros dela para serem usados na hora do conto (também podem levar) já acho giro, até para partilhar as histórias preferidas com os amigos.

Também pergunto se o tema "morte" estava a ser (ou fora) explorado no "Despertar da Fé", disciplina que os miúdos têm todas as 2ªfeiras. É que a Maria às vezes vem com cada pergunta mórbida que eu fico "para morrer"{#emotions_dlg.blink}. A minha pergunta foi altamente apoiada por outros pais, cujos filhos também andam a pensar nestas coisas...

A MJ diz que em princípio esse tema ainda não foi falado, mas que pode ver com a Irmã os conteúdos previstos para a disciplina. Acrescenta ainda que os miúdos viram o "Bambi" há pouco tempo, numa 6ªfeira de cinema no auditório da escola, e que isso pode ter tido influência ("Mamãe, mamãe, onde está você?"{#emotions_dlg.cry}). Um coro de mães começa então a dissertar sobre filmes da Disney.

Antes de terminar a reunião ainda se fala da festa de Natal e de fim-de-ano e a MJ pede aos pais para se inscreverem para ajudar no que puderem. Eu inscrevo-me na secção "cantorias e teatrinhos", claro.

Quando acabou a reunião, ainda fui dar uma espreitadela aos desenhos e trabalhos da Maria (os expostos na parede) e percebi que, afinal, ela até pinta relativamente bem (dentro das linhas). O que não tem é paciência nenhuma, e se não estiver motivada (segundo a MJ) corre os desenhos todos com a mesma cor, só para não mudar de lápis...{#emotions_dlg.snob}

Agora é esperar pelas reuniões individuais para saber melhor como anda a nossa Maria na escola. Que canta (e muito) já nos sabemos. Só falta o resto...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Curtas da Maria XXVIII

Sexta-feira, 15.11.13

A propósito da reunião de pais na escola da Maria, digo-lhe eu:

- Pois é, Maria, hoje na reunião vou perguntar à MJ se tu te portas bem, se desenhas e pintas com atenção, se cantas, se estás bem sentada à mesa, se comes tudo ao almoço...

Há uma pausa, e depois a Maria diz:

- Só canto...

 

Quem diz a verdade não merece castigo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

A primeira papa do João

Sexta-feira, 15.11.13

Nutribén Multifrutas sem glúten, para preparar com o leite dele. Foi no dia a seguir à primeira sopa. Mas em casa e comigo, apenas.

Ora estando eu sozinha com o João, a coisa não fluiu tão suavemente mas mesmo assim correu bastante bem{#emotions_dlg.smile}. Gostou do sabor da papa e comeu-a quase toda (e não teve fome até à hora do lanche, o que é bom sinal). Só que demorei muito mais tempo a dar-lhe a papa, porque ele ficava inquieto nos meus braços, chorava e refilava, e eu tinha de ir dar uma volta com ele para espeirecer. Era tipo "2 colheres, 1 voltinha". Estes meus filhos são criaturas muito impacientes, não sei a quem saem assim...{#emotions_dlg.blink}

Desta vez o espalhafato também foi maior. Nem eu nem ele sujámos a roupa, mas o João tinha papa até no cabelo (metia as mãos à boca e depois mexia na cara toda)! E havia rolo de cozinha usado por todo o lado...

Duas lições que aprendi com a primeira papa dele: 1) Deixar pedaços de rolo já cortados para ser mais fácil limpar a meio da refeição, e 2) fazer a papa menos espessa... É que o pediatra dissera para deixar a coisa consistente, mas eu exagerei e fiz uma argamassa de se colocar a colher em pé{#emotions_dlg.tongue}! Pelo menos bem alimentado o João ficou. Mas, coitado...

Bom, as próximas vezes hão-de correr melhor. A segunda é já hoje. Vê lá se te portas bem João!

 

Claro que não deu para tirar fotos durante o almoço, mas eis o depois:

(a papa é esbranquiçada, não se vê bem, mas ele tem a cara cheia de papa)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • Dentista em Lisboa

    Sempre que as crianças fazem uma conquista é uma v...

  • Janete

    Que doçura de blog! Parecem muito felizes!

  • Paula

    OláA procura de sítiio onde ficar no algarve ,enco...

  • Preta

    Este blog encerrou e não avisaste os teus leitores...

  • MIF

    Fica prometido!Beijinhos e saudades,MIF






subscrever feeds



Pág. 1/3